sábado, 28 de maio de 2011

Rumo à Maternidade


Amanhã, quando eu conseguir falar com você, minha amiga, você será outra pessoa. Isso significa que além de uma “sobrinha” (dada nossa irmandade de afetos) eu ganharei uma nova amiga. Amanhã, a essa hora, já terão cortado seu ventre e permitido vir à tona um ser humano novinho em folha, explodindo em choro sua vontade de viver. A essa altura, eles – aqueles que você não vê, mas estarão ao seu lado o tempo todo - já terão implantado seu novo par de olhos. Quando as lágrimas cessarem você verá que o mundo de sempre não é mais o mesmo. Olhos de mãe são dotados de sensibilidade desigual. Dói ver muita coisa, mas é dor bonita de sentir, eu garanto. Amanhã, ficarão claros os porquês do mundo, quando você sentir, através das batidas descompassadas do coração, sua vida se elevando à potência máxima.  Amanhã o dia será só de Alegria. Boa viagem, minha amiga. Conversamos do lado de lá.


 Imagem: Ciça e Letícia por Nina Fiuza. =)

19 comentários:

  1. cortado seu ventre é meio pesado. a cirurgia nunca é boa. parir é muito melhor!

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, Nina... Emocionante!

    ResponderExcluir
  3. Coisa mais linda que eu li há muito tempo! Felicidade demais incomoda, né? #prontofalei! Ass: a que ficou mais feliz de todas com o post: Maria Cecília, mãe da Letícia

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto Nina.

    e para o Anonimo ai de cima: CALA A BOCA!!!

    Que bode eu tenho dessas mulheres que ficam se achando donas da verdade...deixa cada uma parir como bem entender (ou puder).

    shut up! (sorry sao meus hormônios da gravidez...) bjos amei como sempre.........

    ResponderExcluir
  5. Lindo texto...e Cecília boa sorte...e com certeza o mundo a partir de amnhã será muito mais cor de rosa do que vc possa imaginar...bem vinda ao time...#mamaescorujasdecarteirinha
    Ass: Gabi

    ResponderExcluir
  6. Aff, obrigada Paulinha. Tava doida pra soltar os cachorros também, mas como autora do blog resolvi ser democrática e deixar o comentário dessa pessoa que com certeza já passou por várias cesáres e partos normais para ter uma opinião tão ignorantemente radical assim.

    ResponderExcluir
  7. Ai...sempre me emociono!!! beijinhos Marina

    ResponderExcluir
  8. A mulher nasceu pra parir apenas de uma maneira. Cirurgia em último caso. também acharia lindo o texto se não fosse pela parte de cortar o ventre pq convenhamos não é nada legal. Só isso! Acho que se a mãe pode, ela deve SEMPRE tentar o parto normal. Coisa rara de se ver no Brasil, uma pena!
    beijo,
    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. Tatiana, você tem todo o direito de preferir parto normal. Concordo com você que a cesárea deve acontecer só em último caso. Seu comentário soou mal porque já pressupôs uma cesárea por opção. Como se não bastasse, ainda disse que "sempre dá errado". O post era pra ser uma coisa otimista, levar as melhores energias para uma amiga em vias de ter o primeiro filho, e seu comentário foi pessimista. Como o blog continua sendo democrático, também tenho o direito de defender que um parto é sempre um parto, seja cesárea, normal, de cócoras, na banheira, com ou sem anestesia. Ter um filho é TUDO DE BOM, seja como for.

    ResponderExcluir
  10. Como sempre Marina: falou bonito!
    Ter filho é tudo de bom. Não importa como!
    bjos

    ResponderExcluir
  11. Olha, também acho que cada um tem o direito de parir como quiser, mas acho essa apologia ao parto normal uma besteira. Eu mesma fui vítima dessa idéia e quis ter parto normal. Aconteceu que meu bebê não virou e tive que fazer cesárea. Por um lado eu lamentei, mas me deu uma tranquilidade saber que eu não dependia mais de contrações, dilatação e etc. Que eu só deveria chegar na hora marcada, levando minha malinha e pronto. E, francamente, é uma hora que a gente já tem preocupação suficiente e, pra mim, foi muito bom me entregar nas boas e competentes mãos da médica e pronto. Minha cirurgia foi tão tranquila que eu agora recomendo a cesárea em qualquer caso. Lamento ter me preocupado tanto com isso antes, isso sim.

    ResponderExcluir
  12. Mas eu tb concordo que a cesárea é linda quando necessária. Taí o avanço tecnológico. E deve ser usado SEMPRE QUE necessário. O que rola é uma banalização da cesárea e as mulheres brasileiras saem cortando o ventre sem pensar por aí. Acabam entregando o momento mais lindo de suas vidas NAS MAOS DE OUTRAS PESSOAS. Perdem o protagonismo do parto e pronto. E isso influencia diretamente em TUDO, começando pela amamentação, por bebês que nascem prematuros e precisam de incubadora entre muitas outras coisas. O Brasil é o país com maior taxa de bebês prematuros por contas dos tais partos agendados. E isso eu não concordo. Simplesmente isso me incomodou no seu texto. CORTAR O VENTRE não tem de ser natural.
    Tatiana

    ResponderExcluir
  13. Como estudiosas de literatura, sabemos que um texto desprovido de comprometimentos ideológicos é muito mais rico e bonito. Como o teu, tão poético, verdadeira homenagem a uma amiga e a todas as mulheres do mundo, que carregam em si a beleza de gerar a vida. Peninha de quem leva tudo para o concreto! Peninha de quem vive agarrado às pedras do texto! Até porque ter o ventre cortado é tão expressivo para mostrar esse corte ritualístico que acontece na vida da gente quando nasce um filho! Dramático, forte, poético, lindo. Xá pra lá, anônimo. Beijos, amiga.

    ResponderExcluir
  14. Parabéns pelo lindo texto!!!

    Tô passando pra contar que, enfim, voltei a blogar e postei umas fotinhos da minha filhota pra vcs conhecerem!
    Um abç,
    Maura, mamãe da Sophia

    ResponderExcluir
  15. Oi Marina!

    Conheci seu blog hoje e achei muito lindo! A minha filha têm 9 meses (fará agora dia 15/06) se Deus quiser. Apesar de ser muita responsabilidade e ocupar bastante o nosso tempo, ser mamãe é algo inexplicável e que não têm comparação a nada neste mundo.

    Bjs
    Ana Paula

    ResponderExcluir
  16. Mais um post-lagriminha-no-canto-do-olho. Adoro :)

    Meu sonho é criar uma ferramenta que apagasse automaticamente comentários infelizes do tipo: "a cirurgia nunca é boa".

    Enfim, to voltando (aos pouquinhos) pra blogosfera e estava com
    saudade de passar por aqui.
    bjos

    ResponderExcluir
  17. Marinaaaa...este post foi pra Aline? Achei lindoooo....bjosss
    Isabela

    ResponderExcluir
  18. Resolvi passar por aqui pra ver como esse texto repercutiu, uma vez que não estava disponível para as discussões, por ser a protagonista do texto.. Não tive a opção de "parir" (se é que eu não fiz), mas minha cesarea foi PERFEITA, com direito a musica clássica e muito carinho... sou uma mãe muito realizada, que vive nos altos e baixos, sempre tentando levar a vida numa boa! O texto foi liiiiindo e eu não teria alterado NADA nele... o rasgo tá aqui, e eu sempre olho com muito orgulho pra ele, porque foi de lá que saiu meu pequeno milagre!!!! MARIA CECILIA MÃE DA LELOCA

    ResponderExcluir